Missão

    Como leigos/as, assumimos a mesma missão salvatoriana, juntamente com os religiosos/as, testemunhando com a nossa vida e proclamando a toda criatura, com a nossa ação apostólica, a mensagem da salvação por nós experienciada, e a libertação de tudo aquilo que constitui uma ameaça à vida plena. 

     Por nossa maneira de viver e de agir, testemunhamos os valores evangélicos na vida pessoal, familiar, profissional, social, política e eclesial, envolvendo, assim, outras pessoas na vivência da fé.

    Comprometemo-nos em ser apóstolos/as no ambiente em que vivemos, participando ativamente na vida da Igreja Local, Particular e Universal. Empenhamo-nos em intervir nos ambientes e esferas da sociedade humana que ainda requerem uma primeira evangelização ou uma reevangelização. Por princípio, utilizamo-nos de todos os modos e meios que o amor de Cristo inspira, participando da missão da Igreja em obras próprias da Família Salvatoriana e em outras ações em favor da vida.

    Esforçamo-nos não só para ser discípulos/as e apóstolos/as, mas também procuramos animar outros/as cristãos/ãs a serem verdadeiros/as discípulos/as e apóstolos/as, envolvendo-os/as em diferentes atividades apostólicas e na animação vocacional para os diversos ministérios eclesiais. 

    Empenhamo-nos para que toda a nossa vida e ação sejam apostólicas, no espírito da universalidade, que nos pede:

     Estar abertos/as aos clamores e desafios do nosso tempo;

    Somar forças, envolvendo outras pessoas na missão, assumindo a defesa da vida      onde ela estiver ameaçada;

    Tornar a mensagem de Jesus Salvador acessível às pessoas de qualquer cultura, raça,      etnia, classe social, nacionalidade e religião;

    Praticar o diálogo com outras culturas e religiões.

    Esforçamo-nos em crescer cada vez mais, nesse espírito apostólico, sendo forças vivas para a renovação da Igreja e da sociedade.